Meus sentimentos

E eu me sinto como um velho  precoce, sentado na cadeira de balanço na varanda de minha casa; olho para o tempo e é como se eu já houvesse vivido tudo o que há para se viver. Olho o tempo e as pessoas, principalmente as pessoas, e tudo o que consigo pensar é Que merda.

16 comments so far

  1. Caroline Acefala. on

    !!!

  2. Rosangela on

    Viver é muito perigoso mesmo, Ed, mesmo que por um único dia.

    Boa semana!

  3. Jean Piter Inzaghi on

    Se lembra de uma das citações de Matrix que dizia mais ou menos assim: “o homem é como um virus: destroi sua fonte de existência e depois morre”
    Realmente é. Mas acho que ainda vai um pouco mais além. Os virus pelo menos não destroem os seus semelhantes.

    Pouquissíssimas pessoas são aquelas que na vida dizemos: valeu a pena conhecer!

    Portanto, Que merda!

  4. jorge nobre on

    Um velho precose, hein?

    Paulo Francis dizia que na velhice só há três alternativas: religião, suicídio ou drogas.

  5. elisabetecunha on

    Você é um doce romântico, não se engane!
    Ah, e sedutor!🙂

  6. tarsischwald on

    Sedutor? Ahahah…
    Deixa de ser bunda mole, tchê!
    Niilismo é moda?

    Levante o astral, dê um tapa na peteca, rode a baiana. Se ficar coçando o saco na varanda, vai ter feridas. Novas feridas.

    Abs!

  7. dudiee on

    não me leve a mal…
    Mas isso é sexy!

    Abraço!

  8. João Paulo on

    Já passei por momentos assim. Da turma, mesmo sendo o mais jovem cronologicamente, parecia o mais velho, por me preocupar como será o futuro dessa nação? Como resolver problema tal, era como se tivesse vivido o bastante para ter tanta maturidade, esquecendo de viver o presente. Portanto, vivamos o presente, nada mais que o presente.
    Você é importante para o desenvolvimento desse mundo em que vivemos.

    Abraços!!!

  9. Fran on

    mas que revolta revoltante, meu caro.

  10. Raquel Moniz on

    Um velho à sombra… eu acho que consigo pensar em coisas muito piores.

  11. ritaloureiro on

    Sentimento unilateral.

  12. Hermenauta on

    Peraí: eu vejo a Adriana Lima e penso em coisas completamente diferentes. E olha que eu não sou nem tão precoce assim. 🙂

  13. kkkarol on

    Também me sinto assim… ah como sinto…😦
    Bjokita

  14. Natália on

    “sentado na cadeira de balanço na varanda de minha casa…”
    Você parece triste. Mas não deveria estar!
    Deveria aproveitar o resto de suas férias.

    Beijos!

    Sua Amada

  15. ezequias on

    Meu caríssimo velho Édson… por um acidente nos links, caí no seu blog: obra do acaso?
    “pois bem”, pensei, “durante anos fiquei devendo-lhe esta visita e agora sou compelido a ela pelos dígitos… o negócio mais bem-feito que eu posso fazer agora é deixar a ele um comentário que registre minha passagem”.
    o que me ocorre no momento é: seu blog é extremamente interessante, bem “sua cara”; algo denso, digamos; mas isso para quem quer ler tudo de uma vez. lido assim homeopaticamente ao sabor das datas de postagem, creio que ficará bem mais acessível.
    Fiquei satisfeito e muito agradeço pela citação que usou no último dia 12.
    Tornei-me um sócio agora, sim?

    grande abraço, com apreço e admiração.

    ezequias eliud

  16. Marconi Leal on

    Muito bom!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: