Corta o que é inútil

Passo os dias a evitar certos assuntos, muitos assuntos, pautas chatíssimas. Levo o Inutila Truncat a sério demais e, mais que cortar palavras, corto textos inteiros, raciocínios completos. O papa que vem, o sul-coreano que mata mais de 30, Baudrillard que passa definitivamente à matrix. Dou de ombros. Dificilmente escrevo sobre temas que leio em mídias comuns, ou que a maioria dos blogs explore à exaustão. Então vos digo: leiam jornais, leiam muito, todos os dias, todos os cadernos; percorram os classificados, leiam economia e saberão sobre o que não falar. Proponho contrariar a idéia de que os jornais são responsáveis pelos assuntos sobre os quais trataremos com o amigo durante o almoço, ou no metrô, de volta à casa. Isso pois, se dependermos do jornalismo para termos boas conversas durante o nosso dia, estaremos irremediavelmente fodidos.

12 comments so far

  1. João Paulo on

    Esse texto nos faz pensar, e muito.

    Só tem um detalhe, triste por sinal: se pararmos para ler o jornal, do início ao fim encontraremos muito SANGUE.

    Fazer, o quê???

    Abraços!!

  2. honey on

    isso porque é praticamente impossivel encontrar alguma noticia que preste ser discutida?

  3. rodrigo de lemos on

    bem-vindo à confraria.

    (Heh.)

  4. Igor on

    Já ouviu falar sobre a teoria do AGENDA SETTING?? Esta sua “opinião” também não é nova….

    (O Agenda Setting, Igor, diz bem o contrário: que o jornal é responsável pelos assuntos sobre os quais trataremos no decorrer do dia. E eu discordo. Ademais, você deve ser estudante de comunicação, né? Compreensível.)

  5. Caio Marinho. on

    Eu parei de ver o pouco que via do Jornal Nacional desde que tem HBO aqui em casa.

    Jornal-de-papel, eu lia quando distribuíam de graça na facul: pararam, parei junto.

    []’s.

    (Não fez mal.)

  6. Leo Bueno on

    É por isso que a web se consolida como uma revolução. A facilidade com que podemos publicar sobre os assuntos que realmente nos interessam é incrível, mesmo que tenha os seus contras.

    (Justo.)

  7. cleber on

    Falou e disse tudo. Parei de escrever. Fechei o meu blog e estou direcionando o endereço para cá.

    Abraços.

    (Como assim parou de escrever, Cleber?)

  8. Ibrahim Cesar on

    Por que as notícias do mundo deveriam nos interessar? Saber que mais um cara se explodiu na palestina é me informar? Sempre pensei nisso.

    Eu aliás sou da conclusão de que nada vale a pena ser dito e ao invés de me levar ao Mal de Bartleby, me libertou para escrever absolutamente qualquer coisa.

    (Escrever é um prazer. Principalmente qualquer coisa.)

  9. elisabetecunha on

    SAUDADE!
    🙂

  10. kkkarol on

    E o que é útil? Ler algo sobre que é inútil? =P

    Vamos montar mais umas 600 caixinhas hoje???😀
    Uhuuuu….

  11. kkkarol on

    Ahhhh…. hoje a programação vai ser diferente. Ir ao fórum conversar com uns advogados bacanas:
    – Vacina antigripal, exame de pressão arterial e glicose?
    – Quanto é?
    – R$25,00
    – Ah bobo, eu faço de graça… er, er, er…

  12. jorge nobre on

    Eu seria a favor de uma ditadura, se uma ditadura pudesse cortar o mal gosto.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: