Apologia da preguiça

Eu sou o oposto do workaholic, o que não quer dizer que eu não goste de trabalhar. Gosto e trabalho desde os 18 anos (o que?, vocês trabalham desde os 15?), sem parar. Eu só não consigo entender a mente de uma pessoa que não vive, trabalha. Que nasce, trabalha e morre. E como ninguém consegue ficar calado enquanto eu discurso, ouço “Então o que é viver, Ed?”, e respondo que não sei, só sei que viver não é trabalhar; digo, não pode ser só isso. “Mas Ed, de onde você tirou essa sua idéia?, sua família sempre foi tão trabalhadora…” Eu li Russel. Li o safado do Betrand Russel e o negócio mudou minha vida; aquela história do Elogio ao Ócio, da redução da jornada de trabalho para 4 horas diárias – vejam bem, 20 horas destinadas ao júbilo e à rede na varanda, para quem gosta de rede na varanda.

Ah, sério, eu tenho pena de quem não consegue dizer algo tão simples como “ai, que preguiça”. Se viver de acordo com as idéias Russelianas é algo hoje improvável, eu me permito então, no mínimo, sentir a santa e sincera preguiça. Senti-la e assumi-la. Vejo por aí gente que já não aguenta mais tanto trabalho mas não consegue, não pode assumir sua própria preguiça, por medo de que isso vá demonstrar algum desvio de caráter. Ora, preguiça demonstra preguiça, não mais que isso. E os benefícios, imediatos: digo “que preguiça” e meus olhos se enchem duma lágrima quente, num misto de sono, emoção e liberdade.

10 comments so far

  1. Diego on

    Têm me acusado de vagabundo: larguei o trabalho de meio período (que era realmente uma ‘mamata’) para poder dedicar-me às leituras, tentar criar um projeto de IC, produzir meus poemas etc. Agora que eu ainda tenho quem me banque, quero ainda poder viver no país das Idéias, e fá-lo-ei (salve Jânio!) enquanto tiver condições. E, se eu arranjar um mecenato, aí nunca precisarei das burocracias trabalhistas!

    Abraço!

  2. Ingrid Steinstrasser on

    Tu tem algum parentesco com o Macunaíma?😛

  3. Sawyer on

    é Macunaíma
    pior é pra mim, que sou um verdadeiro escravo
    Saiba mais no Lostbrasil.

  4. kkkarol on

    Me deixou aqui sozinha né ô…😦

  5. Fernanda on

    (ai que preguiiiiiiiiiiiça!)
    que eu também amo o que faço, mas não dá mesmo pra ficar sem pelo menos uma horinha diária de café com amigos queridos, pra estimular a criatividade e refrescar idéias. eu tenho conseguido, e tem sido o melhor remédio!
    tô sempre te vendo via rss, senti saudade e vim aqui te dar oi e bom finde!
    então: oi, bom finde!
    =)

  6. Leo Bueno on

    Depois de algum tempo de ócio, a preguiça e a mente um pouco vazia (ou será “não completamente cheia”?) me deixaram mal. É um revés da preguiça, ainda mais quando ela assume-se por completo e até me priva do preenchimento mental.

    Já hoje, mergulhei de cabeça no trabalho. Ainda não comecei como queria, mas já vejo que o workaholic pode aparecer.

    Abraço!

  7. jorge nobre on

    “Viver? Os criados farão isso por nós!” Disse o poeta francês.

    Tó com o francês.

  8. Alessandro Martins on

    Tenho colegas que têm dois empregos. A carga horária de 5 horas do jornalista permite isso. Considere que a carga horária sempre se estende para 6 horas em alguns casos. Doze horas ao todo. Certamente que alguns precisam do dinheiro. Porém, quero planejar minha vida para que eu nunca precise tanto assim do dinheiro.

  9. Né traidor não sô….. Brincadeira….
    Foi só pra descontrair mesmo… hehehe
    Já deu 18h?

  10. tarsischwald on

    Bom, eu assino em baixo esse texto, se me permite.
    Viva o “Ócio Criativo”, sem o qual não haveria arte, não haveria sonho e não haveria prazer ou seja, não haveria VIDA.

    Abraço!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: