Capitain Bauer (e outras considerações)

 

Acir Galvão, um amigo dos tempos em que atravessávamos noites desenhando ao som d’alguma banda grunge década de 90 – sim, tive essa fase -, tornou-se um grande artista. Enquanto o caminho que tomei foi o das letras e do jornalismo, ele tornou-se design e, hoje, estuda Belas Artes, fazendo cada vez melhor o que sempre soube fazer. O que eu queria dizer é o seguinte: ele tem uma teoria – posso dizer teoria? – de que o Capitão América contemporâneo é o Jack Bauer, o herói da cultuada série 24 Horas. Ele explica:

“O Capitão America de hoje não é o Steve Roger: É o Jack Bauer.O Capitão America foi criado não apenas para incentivar adolescentes a se alistarem, Mulher Maravilha não foi criada apenas para levar mulheres às industrias em tempos de guerra e incitar orgulho por parte de seus maridos e filhos que morreram lutando pelo estilo de vida americano. Eles existiram, ACIMA DE TUDO, para ensinar as CRIANÇAS e ADOLESCENTES os conceitos de uma AMÉRICA VITORIOSA contra a ameaça vermelha, mesmo que essa vitória sendo muito mais dos RUSSOS do que da própria América.

Hoje a América precisa justificar seus atos a partir  novos símbolos, novos heróis.Mostrando para os adolescentes e adultos de hoje as justificativas das medidas de retaliação extremas, invasões premeditadas, e outras medidas de precaução como a criação de armas letais em massa.Também estão preparando sua mente para aceitar mortes. Muitas mortes. Morte de pessoas aos montes, caindo como moscas, ainda que por um “bem maior”. Que é justamente o bem maior Deles.

Seria a ficção imitando a realidade?

Os Heróis são símbolos daquilo que é certo e direito. São ícones que, trabalhados de diversas formas, se utilizam de todos os arquétipos do consciente humano para se tornarem referência do conceito de certo e errado para nós mesmos.

Quando todo esse poder é utilizado de maneira irresponsável e egoísta, a crise se tornar algo incontrolável. É completamente possível e correto afirmar que o conceito de CERTO e ERRADO está muito distorcido hoje em dia. Também com heróis como os de hoje em dia, cada um defendendo um ponto de vista muito particular, simplesmente não dando a mínima para nada, não fico surpreso com esse tipo de resultado.Os heróis do novo século defendem a pena de morte. Defendem o roubo. Defendem o homossexualismo (nada contra, mas é um ponto de vista.) Os negros. Os brancos os asiáticos….

Eles deveriam defender o CERTO e o ERRADO:

MATAR é ERRADO, seja quem for. ROUBAR é ERRADO. PRECONCEITO é ERRADO. Ponto final.

Mas se o cara for um estuprador-assassino-ladrão-sonegador-de-imposto-filha-da-puta de marca maior? Se o ladrão estiver roubando para comer? E se o preconceito me defende das pessoas erradas?Os dias estão assim. Esses argumentos existem. E até mesmo os heróis da era de ouro mudaram seu ponto de vista em suas novas interpretações para o novo século. Até mesmo SUPERMAN matou dois caras no seu novo filme. E o pior:  a grande MAIORIA nem percebeu.

A colocação de Edsons Junior é muito correta e não vou me repetir aqui. A questão que fica no ar é:

Quem são os seus heróis? Quem são os heróis dos seus filhos?

É bom começarem a se perguntar isso, e a ver filmes e séries como algo que vai além do entretenimento. Porque é assim que se deve assistir.

E para finalizar sobre Jack BAUER:

Ele é um HERÓI que faz, sem hesitar, tudo aquilo que está ao SEU ALCANCE para salvar o dia, mas, diferente da AMÉRICA que ele tanto defende, ele não ganha ABSOLUTAMENTE NADA em troca… apenas se FODE e fica vivo para salvar mais um dia!”

Anúncios

13 comments so far

  1. Fran on

    Coisas de Super-heróis sempre me fascinam! Sempre!

  2. Natália on

    Amor, esse texto é aquele que o Acir te enviou e eu não deixei vc ler direito.
    Diculpa.

    Eu estou sentindo sua falta, muita falta.
    Te amo muito. Preciso muito de vc.

    BJOS

  3. Alessandro Martins on

    Muito pertinente. Normalmente, só se percebe que Popeye foi criado para vender espinafre muito depois de ele já ter feito isso…

  4. kkkarol on

    Nunca vi a série…. passa muito tarde =(
    Um dia eu vejo e depois volto pra comentar.

  5. j. noronha on

    Esse post me lembrou de mais um herói moderno. Você já assistiu Dexter? O protagonista é um policial que também é um psicopata assassino nas horas vagas. Vale uma olhada, tem no torrent.

  6. Edward Bloom on

    Pô, nem ficou tão grande, vá, hehe. Quinta feira sai um texto meu sobre Tom Jobim no digestivo cultural de 11 mil toques. Este sim ficou grande hehe.

    Ah, estive fora 1 semana num retiro espiritual em São José dos Campos. Só não vi discos voadores, mas estou de volta. =D

    Até!

  7. kkkarol on

    Meu filho…. agora estou atendendo o telefone assim:
    “Treinamento, Caroline, Boa tarde.”
    Nem digo mais PCS… pra não complicar…. =)
    A Nat é uma amor…. Será que ela já terminou de preencher a ficha? rs

  8. kkkarol on

    Grande Robertão….
    Até cantou “Se ela dança, eu danço” no seu Especial… Mó style.
    Mas também… nesse mundo globalizado…. até gato aprende outra língua pra pegar o rato… 😀
    Auau

  9. tina oiticica on

    Sinceramente, juro pelo sinal da santa cruz. Sou cidadã dos EUA, li um monte de HQ em inglês, moro aqui nos EUA há 21 anos. A menos que o Barney, que meu filho viu muito pouco, fosse lavagem cerebral pró-gay, nunca parei para pensar em mensagens anti-USSR associadas a HQs. Devo ser desligada. Em filmes de terror, sim. Mortos-vivos, seres alienígenas, quem sabe o ET era uma defesa dos feios?

    Talvez o problema seja que não assista à TV. É verdade que o mundo de hoje não é preto e branco e sim em matizes. A mensagem do governo USA é direta, via os grandes comunicadores, de Reagan a Bush.

    Beijos,

  10. elisabetecunha on

    Muito bom esse texto! bravo!!!
    estou chegando, final de férias….uh..,snif!!!
    um beijão na SuperNatália!!!!
    i love SuperEDDDDD!!!!!!!!!
    APARECE, CARA!

  11. elisabetecunha on

    EDD: Me ensina como muda o template?? SOU LOURA MESMO E AÍ???/////
    BRINCADEIRINHA!!!!!! me dê a dica,ok? [ eu escrevi “dica”, leia direito!]

  12. Fernando Carvalho on

    Edosn…. ignooru?

    A viagem ta show cara…. depois podemos conversar?
    amanhã entro no gmail…
    t+

  13. Acir Galvão on

    Ha! Ed.

    Isso tudo é fruto de nossas conversas:
    ” Uma grande mente precisa de outra grande mente para fazer backups – Professor Storm”

    Colocarei aqui um link com uma arte, se me permitir, que casa muito bem com o post.

    http://www.deviantart.com/deviation/47468524/?qo=1&q=by%3Aacir&qh=sort%3Atime+-in%3Ascraps


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: