(SIC)

Janer Cristaldo:

“Leio que a Conferência Nacional dos Bispos no Brasil posicionou-se contra o uso da chamada “pílula do dia seguinte” por considerar que o médoto pode ser um abortivo. Para o secretário geral da CNBB, Dom Odilo Scherer, a pílula é um método contraceptivo emergencial, ou seja, é uma substância ingerida para impedir a ocorrência de uma gravidez, mesmo tendo havido uma concepção. Deixem de papas na língua, senhores bispos. Digam logo: “Nós, segundo milenar tradição da Igreja, somos contra todos os prazeres que o corpo possa usufruir. Se houver prazer, que haja punição. Sexo, só para procriar. Se alguém quiser ter onze filhos, só tem direito a onze relações durante toda sua vida”.

E todo demais prazer anátema seja!”

Daqui.

Anúncios

12 comments so far

  1. Ana C. on

    Engraçado, que hoje na hora do almoço eu e uma amiga do trabalho, conversávamos justamente sobre essas “proibições” da Igreja Católica. Ela estava me contando que está fazendo curso de noivos (sim, isso é necessário, caso vc queira se casar na Igreja Católica), e o padre explicava para ela e o noivo, como deveriam proceder com o sexo, já que não é permitido nenhum tipo de contraceptivo: eis que a pérola dita foi “meus filhos, vcs tem evitar pensar em sexo, mas caso isso ocorra, o que devem fazer é interromper o coito, assim não há perigo de gravidez”.
    Inacreditável, não é mesmo?? Pra mim pecado é colocar 11 filhos no mundo e metade deles morrer de desnutrição antes dos dois anos de vida!!

  2. dr. k on

    Eu consegui instalar o lance do last.fm!

    Quanto a 11 filhos e pecado,

    http://en.wikipedia.org/wiki/Deontology

    Às vezes, você precisa de mais do que uma vaga intuição utilitarista pra decidir o que é certo e errado, moça.

  3. Clarinha on

    Acho legal quando venho aqui e vejo que tem muita vida inteligente na internet!
    Beijos!

  4. dr. k on

    Você precisa fechar o [/a] do link dos Malvados. Tudo é Malvados aqui!

  5. Edson Junior Lain on

    Acho que muitas vezes os padres, quando “orientam” os fiéis católicos quanto à (não) utilização de contraceptivos, eles estão simplesmente exercendo uma formalidade. Tipo o porteiro que pede a sua identidade para você entrar no prédio, essas coisas.

  6. Hermenauta on

    Dr. K,

    O que há de errado com o utilitarismo? Aliás, onde está o conceito “vago” em não se deixar morrer 5 ou 6 filhos de fome?

    No caso testemunhado por Ana C., bem, como se sabe vampiros só atacam quando convidados. Se alguém acha socialmente chique ou de bom tom casar na Igreja, tem que ter uma certa paciência para aceitar os seus dogmas, mesmo que só da boca pra fora.

    O problema ocorre é quando a Igreja procura impor seu ponto de vista inclusive àqueles que não acreditam nela. Aí o problema não é bem de deontologia, é de excesso de zelo contra-reformista.

  7. elisabetecunha on

    Sou uma anarquista, graças a Deus!
    Passei para te dar um beijo e na Nat!!
    tem post novinho! já fui!!!!!!!!!!!!!

  8. Ana C. on

    Gostaria de deixar claro um aspecto: eu não concordo com o fato de uma instituição de tamanho poder e influência, como a Igreja Católica, dizer claramente que é contra métodos contraceptivos num mudo onde a taxa de infectados por AIDS cresce assustadoramente, assim como a taxa de natalidade de países pobres.
    Eu apenas acho que todo esse poder poderia ser utilizado de uma maneira melhor.
    Não que isso me influencie (já sou ‘amancebada’ e não pretendo ter 11 filhos).

  9. Alessandro Martins on

    Os bispos não deviam se meter em uma coisa que, por definição, não entendem absolutamente nada.

  10. Ítalo de Paula Pinto on

    É uma tremenda falta de responsabilidade atitudes como esta. É claro que existem muitos passando necessidades pois o sistema que vivemos tem como característica excluir boa parte da sociedade. Mas com esta premissa a igreja está contribuindo para o aumento desordenado da população.

    Fazem isso pois não são eles que irão arcar com as conseqüências.

    O dízimo está garantido.

    abraços …

  11. kkkarol on

    É muito difícil confiar nas pessoas…
    Ora os padres são “moderninhos”, ora autoritários…
    Que decidam logo né não :/
    Para que tenhamos certeza que vamos para o céu … hehehe

  12. kkkarol on

    Ah… e a Rene Walllzengutemberg é bem feia sem maquiagem :o)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: