I’ll lay me down in a bunker

Outro dia, escrevi uma crítica a um livro que julguei ser auto-ajuda. O autor, em sua total razão, comentou o meu post, dizendo que eu estava errado, defendendo o seu trabalho. Certo, certíssimo. Eu faria o mesmo. Mas – quanta digressão! -, eis o que eu queria dizer: meu blog foi encontrado n’algum sistema de busca pela frase – pasmem: “livro de auto-ajuda para feio”. E como isso me deprime, Deus. Eu gostaria de demonstrar aqui as minhas condolências ao autor desta busca – quase espiritual, diga-se -, dessa odisséia por uma vida melhor, mais confortável e – por que não? – cheia de beleza.

Anúncios

15 comments so far

  1. Biajoni on

    eu já tive idéia de escrever um livro que contasse a história de um trintão gordo, misantropo, que morasse numa pequena casinha num morro de minas gerais, um onanista nerd, que escrevesse livros famosos de auto-ajuda, COMO FAZER SUCESSO COM AS MULHERES, COMO PERSUADIR PESSOAS, COMO TER SUCESSO NO TRABALHO, essas coisas.
    :>)

  2. Edson Junior Lain on

    Tipo, por encomenda? Haha.

  3. elisabetecunha on

    EDD: você é demaisssssssssss!!!!
    só eu e Natália te entendemos!!!!
    maravilhoso maluco!!!! 🙂
    breve voltarei!

  4. Fernando Carvalho on

    è mesmo não vai deletar… ? rs

  5. Natália on

    Amor
    Vc está cada vez mais crítico, ai ai só vc meu amor.

    Estrelinha

  6. Edward Bloom on

    Ah, tá alto-nível ainda cara. Eu tive a infeliz idéia de escrever em algum lugar do meu blog “mulher pelada” e venho tendo safras enormes de visitas através de variações espetaculares dessa frase. =]

  7. dr. k on

    Ah, sim. Os comentários, e as pesquisas, e as expectativas. Eu me livrei do meu antigo blogue, sem nada que nele levaste ao atual, por essas coisinhas.

  8. Fran on

    A detestável auto-ajuda trazendo visitantes ao seu blog. Mundo estranho, muito estranho…

  9. Lia Winter on

    Moderníssimo com suas digressões! 🙂

  10. Ingrid Steinstrasser on

    “E como isso me deprime, Deus.”?????

    Virou menos ateu? Hehehe. Brincadeirinha. Só me admira o “deus” com maiúsculas.

    Sobre livros de auto-ajuda… Sabe o que me deram de presente uma vez??? “Não faça tempestade em copo d’água com a família”. Só porque sou intransigente, pessoa de opinião, convicta e tals (leia-se barraqueira), principalmente dentro de casa, me deram esse troço. Óbvio que nunca li e só ri mais na vez em que ganhei o LP (SIM: ÉlE-PÊ) da Vanuza. Sim, meu amigo, VANUZA. E eu tinha uns 13 anos. Gente sem noção…

  11. tina oiticica on

    Aí, cara:

    Assume a plenitude da tua crítica e vai à luta. Não incentivo tretas mas é importante a gente defender o que escreveu a menos que se tenha expressado mal. Não sei se sabe que minha Internet me fait chier. Blame it on AT&T. Eu tenho desculpa pois mal consigo abrir blogs e geralmente não consigo postar. Tenho saudades dos nossos papinhos internáuticos. Beijinhos,
    Tina

  12. Edward Bloom on

    Você está ficando famoso. Em breve vai ser abordado em aeroportos por loiras tetudas pedindo para que você assine numa região meio perto dos seios hahaha. É meu sonho, pelo menos =]

  13. Edward Bloom on

    Haha, tem muitos comentários. Eu estou procurando uma forma de conseguir atrair o público feminino, mas sou ruim nessas coisas.

  14. Ingrid Steinstrasser on

    Hahaha, eu sei, eu sei. Tô pegando no teu pé mesmo.

  15. Rosangela on

    Engraçado como as pessoas misturam as bolas, heim, Edson?!

    Abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: