Meus clichês

Então o Ibrahim mandou-me um e-mail convidando-me a escrever sobre os meus planos para este ano. Okay: (Não farei tópicos) Primeiro, ficarei rico. Bom, não tão rico. Mas ganharei algum dinheiro, isso sim. Afinal, tenho muito o que fazer – coisas relativas a meu noivado oficial, casa e carro (Deixem-me com minha utopia). Também vou ler muito. Pretendo ler mais que ano passado, que, diga-se, não foi um ano ruim. E escrever. Não só aqui no blog, mas noutros meios também. E vou continuar evitando os chatos e os funkeiros, assim como em 2006. Não converso com quem ouve funk. Não olho para quem ouve funk. Não tenho nenhum tipo de relação com quem ouve funk. E também tenho asco de quem mexe o pezinho ao som de…vocês sabem. Este ano vou ser também um aluno exemplar na faculdade. Em verdade, sempre o fui, mas no último semestre eu estive desmotivado com a coisa toda, o que resultou num trabalhinho especial. Vou continuar não participando de amigo-ocultos, vou continuar não tomando sol e continuar mantendo as cortinas do meu quarto fechadas – aliás, cortinas servem para ficar fechadas, do contrário elas tornar-se-iam obsoletas. Quanto à minha barba ruiva, não sei se a deixo crescer. Natália não gosta. Mas seria uma boa mudar esteticamente. Continuo cínico, irônico, sarcástico. Mas não sádico, eu não sou sádico.

Anúncios

10 comments so far

  1. Edward Bloom on

    Olá cara. Estou ainda tentando voltar, meio sonolento ainda, mas uma hora eu volto. E, putz, fiz uma meta financeira meio punk para esse ano. Por enquanto tudo está dando certo para que futuramente eu tenha fortuna e terras e poder e essas coisas que qualquer um quer.

  2. Lia on

    E eu que achei ser a única a ter um amigo com o nome de Ibraim! rsrs

    Só não gostei do seu plano de não participar de amigos secretos, que mal há em ganhar presentes? Mesmo os presentes ruins, não deixa de ser divertido. 🙂 Com os presentes ruins sempre surgem piadas ótimas de humor negro! heeh

  3. Raquel Moniz on

    (gargalhadas) 😆

  4. GOB on

    Nada contra os funkeiros, mas tenho muitos planos parecidos. Ah! Também não se encaixa no meu perfil a barba ruiva.
    Abraços

  5. Lino on

    Cínico, irônico e sonhador. Será que combina?

  6. Ítalo de Paula Pinto on

    Apoiado quanto ao funk.

    até mais…

  7. Ferando on

    hum…

  8. tina oiticica on

    Não gostei da generalização sobre funk principalmente agora que o Soul Brother Number One morreu tão de repente. Se não fosse a canção dele, um funk, “I’m Black and I’m Proud” a população negra em geral teria levado mais tempo para sacar qual era, segund oo NY Times. Talvez estejamos a falar de alhos com bugalhos?

    Beijos,

  9. Ed on

    Oh, Tina, sim, alhos e bugalhos! Se soubesses tu do funk a que me refiro tu me darias razão.. A coisa anda tão deturpada aqui no Brasil…

  10. Fernanda on

    evitar sol é uma ótima decisão, pele boa forever. já te desejei bom ano novo? arrasa nas leituras, no noivado, no blog e em tudo mais. sou fã.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: